Notícias‎ > ‎

Canelinha foi palco da 6ª etapa da Copa Serra Litoral de Velocross

postado em 26 de jul de 2014 14:41 por Francis Miguel Schweitzer   [ 28 de jul de 2014 10:08 atualizado‎(s)‎ ]
Texto e imagens: Rodrigo Hang (Racecross.com) 
A cidade de Canelinha voltou a receber nos dias 19 e 20 de Julho as emoções da Copa Serra Litoral de Velocross, desta vez, o motódromo Ademar F. Crispim recebeu a 6ª etapa com grande número de pilotos, vindo de várias partes do estado e o público presente pode acompanhar as melhores disputas deste campeonato que chega aos seus momentos decisivos. Destaque para Tiago Hort que voltou a competir e venceu a VX2 e Lucas Gadotti que acelerou forte e garantiu a primeira posição na VX1, nas nacionais Julio Deschamps segue com vitória na Força Livre e Lelê vence mais uma pela 300cc Nacional.

Abrindo as disputas no final de semana,  na categoria Trilheiros o numeral 329 Mauro Port largou na frente e foi seguido de perto por Marlon Lombardi e o líder do campeonato Alex Vargas. Durante a prova Alex buscou posições e na última volta conseguiu a passagem sob Marlon Lombardi que vinha liderando a prova, Alex terminou na primeira posição, Marlon foi o segundo colocado e Mauro Port finalizou na terceira colocação. 
Categoria Trilheiros abriu os trabalhos na tarde de sábado.
Na categoria Intermediária Especial o piloto brusquense Osmar Neto fez boa largada e administrou a prova do início ao fim mantendo a primeira posição. Pela segunda posição a disputa ficou entre Alison de Souza e Ubiratan Gasperi, Alison foi mais rápido e garantiu a segunda colocação enquanto Ubiratan se manteve na terceira posição e andando em casa o piloto Leonardo Giacomossi foi o quarto colocado.
Osmar Neto vence pela primeira vez na temporada.
Pela Intermediária 230 gate de largada cheio e Guilherme Ceruti, o Vitrola, saiu na frente mas manteve a liderança por pouco tempo, Maicon Cebeu líder do campeonato acelerou forte e logo conseguiu a ultrapassagem, Andre Luis Krailink vinha disputando a terceira posição com Marlon Lombardi, Andre nao segurou a posição e acabou sendo superado por Marlon. Maicon Cebeu finalizou a prova na primeira posição, Guilherme "Vitrola" foi o segundo colocado e Marlon Lombardi finalizou os três primeiros colocados. 
Cebeu volta a vencer e segue na liderança da intermediária 230
Na Categoria Batom Thaynara Seidel largou na frente e era seguida de perto por Rosangela Will e Mozara Bittencourt, durante a prova Thaynara disputou a primeira colocação com Rosangela que chegou a ameaçar a passagem mas nao obteve sucesso, aproveitando o erro da adversária, Mozara assumiu a segunda posição e passou a disputar a liderança da prova com Thayanara, que se firmou na primeira posição e garantiu o lugar mais alto do pódio, Mozara foi a segunda colocada e finalizando as três primeiras posições Rosangela Will.
Thaynara amplia vantagem na disputa pelo título.
Pelas categorias de base do velocross, começando pela 55cc, Brayan da Cunha vence mais uma mantendo a liderança do campeonato. Após realizar boa largada, Brayan acelerou forte administrando a prova, nos momentos finais Vinícius Boing encostou no líder mas acabou errando no momento em que iria dar o bote, José Victor que vinha próximo assumiu a segunda posição, final da prova Brayan em primeiro, José o segundo e Vinicius o terceiro colocado. 
Brayan da Cunha vence e segue na liderança das mini motos.
Na 65cc, disputa do início ao fim pela vitória entre os pilotos de Camboriú Carlos Gervasi e Anthonny Gervasio, Carlos que largou na frente se manteve até o fim confirmando a vitória, Anthony fechou na segunda posição, na sequencia finalizaram os pilotos Pedro Todt, Caue Kepler e Thiago Floriani completando os cinco primeiros.
Carlos Gervasi se reencontra com a vitória na 65cc.
Na VX3 Especial o piloto de São José Jairo Passos largou  na frente e assumiu a liderança da prova, seguido por Fabrício Medeiros o 'Bebe' e Roberto Manuel dos Santos. No decorrer da prova Jairo e Fabrício foram abrindo vantagem dos demais pilotos e passaram a disputar a primeira posição, a cada volta a disputa ia ficando mais intensa, quando na saída da curva da largada Fabrício e Jairo se tocam e Jairo acaba levando a pior, sofrendo uma leve queda que foi suficiente para Fabrício abrir vantagem. Fabrício após uma boa prova finalizou na primeira colocação, Roberto Manuel dos Santos foi o segundo colocado e Graciano Molinari completou os três primeiros.
Fabricio Medeiros vence a Vx3 Especial.
Pela Nacional 150cc vinte e quatro motos alinhadas no gate de largada, após as primeiras curvas, muita disputa, e quem dispontou na frente foi o piloto de Camboriú Jeferson Gardini, a disputa pela segunda colocação estava entre Marcos Cirilo, Eduardo Branco, Gervasio "Joca" Frutuoso e Thiago Pereira,  no decorrer da prova as posições se mantiveram e Jeferson Gardini finalizou a prova na primeira colocacão, Eduardo Correia foi o segundo colocado no resultado oficial Gervasio Frutuoso que herdou a terceira posição após a conferencia da cilindrada dos seis primeiros colocados.
Jeferson Gardini vence mais uma e esta cada vez mais próximo do título.
Na categoria Nacional 300cc o piloto de Blumenau, Eduardo Branco largou na frente, Julio Deschamps vinha rápido na segunda posição, ainda nas primeira voltas Julio efetuou a ultrapassagem assumindo a liderança da prova. O Líder do campeonato Leandro Lemos não teve uma boa largada,  vindo da sexta posição. Durante a prova Lele foi buscando seu espaço dentro da pista, ganhando posições, nos momentos finais a briga esquentou pela primeira posição, Julio não suportou a pressão imposta por Lele e foi ultrapassado. Após uma ótima prova Leandro Lemos confirmou a sua quarta vitória na categoria, Julio Cesar Deschamps foi o segundo colocado e fechando os três primeiros Eduardo Correia o "Branquinho".
Momento da ultrapassagem de Leandro Lemos, para vencer mais uma na 300 Nacional.
Na VX2 o destaque foi para o piloto de Brusque Tiago Hort, que após passar algumas etapas sem competir voltou com toda força e fez o melhor tempo do final de semana. Tiago realizou uma boa largada e pulou na frente de seus concorrentes, Lucas Gadotti vinha na segunda posição e pela terceira posição a disputa estava entre Fabiano Bernardo e Leandro Matos Lemos. Durante a prova depois de muitos pegas Lele conseguiu ultrapassar Fabiano Bernardo, porém não durou muito tempo, Lele sofreu uma queda leve mas ao se levantar acabou sendo atingindo pela moto de Fabiano Bernardo, após este incidente Lele acabou abandonando a prova. A primeira posição de Tiago Hort marca seu retorno ao velocross catarinense, Lucas Gadotti finalizou a prova em segundo e Fabiano Bernardo foi o terceiro colocado.
Campeão em 2013, Tiago Hort retorna com vitória na Vx2.
Na Categoria Junior Rian Fischer largou na frente mas não conseguiu segurar por muito tempo, o vice-líder do campeonato, Matheus "Negão" assumiu a ponta e ditou o ritmo da prova. Na segunda posição vinha Crystian Andrade o 'Cryzinho' que buscava mais uma vitória no campeonato. Durante a prova Rian Fischer e Vinícius dos Santos travaram a disputa pela terceira colocação, Vinícius foi melhor e assumiu a colocação. Matheus o 'Negão' terminou a prova vencendo a categoria e aproximando sua pontuação do líder Cryzinho que garantiu a segunda posição, Vinícius dos Santos foi o terceiro colocado.
Negão volta a vencer a categoria Junior e esquenta a briga pelo título.
Pela VX3 Nacional Denis Bittencourt largou na frente mas foi logo ultrapassado por Carlos Pereira e Willian de Moraes que disputaram a primeira colocação. Willian de Moraes realizou a ultrapassagem sobre Carlos Pereira e garantiu a primeira posição, assim finalizando a prova com Carlos Pereira na segunda posição, Denis Bittencourt na terceira colocação e Ademair dos Santos foi o quarto colocado.
Willian Moraes vence mais uma e segue em busca de seu segundo título na Serra Litoral.
Na 230 Pro Crystian Andrade largou na frente, seguido por Marcelo Severino e Maykon Correa. Dentro da pista Marcelo chegou a ameaçar a posição de Crystian Andrade, mas ao tentar realizar a passagem sem sucesso Marcelo acaba tocando em Cryzinho e Maykon Correa assume a segunda posição, buscando mais espaço dentro da pista, Maykon entra diretamente pela disputa da primeira posição com Cryzinho que não conseguiu segurar a liderança e viu Maykon conquistar o primeiro lugar. Crystian Andrade foi o segundo colocado e na terceira colocação Marcelo Severino.
Maykon Correa vence novamente, desta vez na 230 Pro.
Pela categoria Força Livre Nacional Eduardo Branco e Julio Deschamps dividiram as primeiras curvas, melhor para Deschamps que assumiu a primeira colocação e venceu praticamente de ponta a ponta. Branquinho finalizou na segunda posição e Jackson Heinning venceu a disputa com Tiago Mafra para garantir o terceiro lugar na prova..
Julio Deschamps vence na Força Livre e esta bem próximo do bi-campeonato.
Gadotti vence a Vx1, e põe fogo na disputa pelo título.
A categoria VX1 foi alinhada no gate de largada com a ausência de Leandro Lemos atual  líder do campeonato, Lelê ficou fora após o acidente ocorrido na bateria da vx2. Então Fabiano Bernardo e Lucas Gadotti largaram podendo se aproximar na disputa pelo título. Lucas Gadotti largou na frente, Fabiano vinha logo atraz no rítmo do líder, seguindo assim a prova toda, no final vitória de Gadotti com Fabiano Bernardo em segundo. Na disputa da terceira posição Alison de Souza foi melhor que Marcelo Betinelli e garantiu o terceiro lugar. Na briga por pontos Lele viu sua vantagem de 30 pontos despencar para apenas 8 em relação a Fabiano Bernardo segundo colocado na tabela, Lucas Gadotti vem na terceira posição. A batalha segue para Itajaí nos dias 30 e 31 de agosto, onde acontece a 7ª etapa da Copa Serra Litoral de Velocross. 
Fabiano Bernardo desconta pontos importantes e encosta no líder Lelê.

Veja também:

A próxima etapa da Copa Serra Litoral de Velocross será na cidade de Itajaí (SC) nos dias 30 e 31 de Agosto. A competição tem o patrocínio de Honda Dorvalino Motos, ASW, IMS, RETIBASTOS, VEL MOTOS E MOBIL Super Moto MX. Co-patrocínio de GS MOTOS, LITORAL QUADRICICLOS, MOTOSHOP RACING, PÉ NO ESTRIBO, PRO RACING e ZANOELLO.
Comments